Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ATUALIZAÇÕES:
MUNDO MULHER:  (21-06-2021)
SAÚDE E BEM ESTAR:  (21-06-2021)
JUSTIÇA:  (08-06-2021)
INÍCIO:  (08-06-2021)
CENÁRIO IMOBILIÁRIO  (07-06-2021)
FUTEBOL AMADOR:  (25-05-2021)
CEARÁ:  (02-05-2021)
MUNDO CRISTÃO:  (21-04-2021)
MEIO AMBIENTE:  (24-03-2021)
VACINAÇÃO:
Você Tomará a Vacina Contra a COVID-19?
Sim
Não
Só se For Obrigado
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (225 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



OUÇA A RÁDIO LUZ DO NORDESTE:

 ACESSE O SITE:

 https://bit.ly/3jPhtJV

 


 

AJUDAMOS VOCÊ A REALIZAR

O SONHO DO APÊ NOVO:

(85) 9.8797-1579 / 9.8123-1277


 

  


  




MUNDANÇAS DE HÁBITOS:

"-Toda Renúncia tem um Resultado."

Gn. 12; 1-3 


 

"-Cuidado com as cartas dos dos Inimigos!"

 


 

"-Do Amigo fale Bem. Do Inimigo, nem Bem nem Mal."

 


 

"-Temos que Guardar nossas reservas, não revelando tudo ás Pessoas."

 


 

 "-O que Estamos Fazendo com Aquilo que Deus nos Dá?"

 


 

OUÇA A RÁDIO LUZ DO NORDESTE:


ACESSE O SITE:

  https://bit.ly/3jPhtJV

 


 COLABORE CONOSCO:

(…) SE ACHA IMPORTANTE NOSSO TRABALHO, CONSIDERE NOS AJUDAR. A MANTERMOS NOSSO TRABALHO NO AR, NOS DOANDO SOMENTE AQUELES CENTAVOS, QUE ESTÃO NA SUA CONTA BANCÁRIA. BRADESCO AGÊNCIA 0452-9 CONTA: 0314 734-7 (…)


 


ESPORTES:
ESPORTES:

CONTATOS:

85981231277  / 85987971579  

manuellpereira59@gmail.com

 




 

 

COPA DO NORDESTE:

ALTOS/PI X CEARÁ SERÁ NO LINDOLFO MONTEIRO:

TIMES ENTRARÃO EM CAMPO NO SÁBADO (13/03), ÀS 16 HORAS, EM TERESINA (PI).


A Diretoria de Competições divulgou, nesta segunda-feira (8), uma definição na tabela da Copa do Nordeste 2021. A partida entre Altos/PI e Ceará, marcada para o sábado (13), será realizada no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI). As equipes entram em campo às 16h.

O Ceará é o líder do Grupo A com 4 pontos, uma vitória e um empate. Enquanto o Altos/PI está na terceira posição do Grupo B, com 3 pontos somados em uma vitória e uma derrota.

Confira os detalhes da mudança:

Altos/PI x Ceará/CE
De: local “a definir”
Para: Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina/PI
Data: 13/03, sábado (mantida)
Horário: 16h (mantido)
Solicitante: Federação Piauiense de Futebol
Motivo: Indicação de local pela Federação.

FONTE: Site Oficial da CBF - 09/03/2021 ÀS 15h41min. | ASSESSORIA CBF

TNF-Quarta-feira, 10/03/2021 – 00h33min.

Manuel Pereira - Fortaleza/Ce. - Registro MTe. 3543-Ce/2016

 




 

 CBF divulga tabela detalhada das primeiras rodadas do

Campeonato Brasileiro Sub-17 2021:

Competição começa no dia 23 de março. O atual campeão,

Fluminense, estreia diante do Fortaleza, nas Laranjeiras (RJ).

Final do Campeonato Brasileiro Sub-17 - Athletico PR x Fluminense
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Está tudo pronto para a edição 2021 do Campeonato Brasileiro Sub-17. A Diretoria de Competições divulgou, nesta terça-feira (9), os documentos técnicos da competição e a tabela detalhada das quatro primeiras rodadas da Primeira Fase, que começa no dia 23 de março. Participam do Brasileirão Sub-17 os 20 times melhores ranqueados no Ranking Nacional de Clubes 2021.  O Fluminense é o atual campeão do torneio e estreia contra o Fortaleza, nas Laranjeiras (RJ).

O regulamento permanece igual ao da edição anterior. Na Primeira Fase, os 20 clubes se dividem em dois grupos de 10 e jogam nove rodadas em turno único. Os quatro melhores de cada grupo avançam para as quartas-de-final e, a partir daí, os jogos serão ida e volta, incluindo a final.

Confira os detalhes da primeira rodada do Brasileirão Sub-17:

Terça-feira, 23 de março

15h - Ceará x Atlético GO, Cidade Vozão - CE 
15h - Cruzeiro x São Paulo, SESC Alterosas - Belo Horizonte
15h - Bahia x Grêmio, A DEFINIR A DEFINIR 
15h - Corinthians x Internacional, Parque São Jorge - São Paulo
15h - Fluminense x Fortaleza, Laranjeiras - Rio de Janeiro
15h - Sport x Chapecoense, A DEFINIR A DEFINIR 
17h - Palmeiras x Flamengo, Allianz Parque - São Paulo

Quarta-feira, 24 de março

15h - América MG x Botafogo RJ, SESC Alterosas - Belo Horizonte
15h - Vasco da Gama x Atlético MG, Nivaldo Pereira - Nova Iguaçu
17h - Athletico PR x Santos, CAT do Caju - Curitiba

TABELA COMPLETA: https://conteudo.cbf.com.br/cdn/202103/20210309151932_37.pdf

FONTE: Site Oficial da CBF - 09/03/2021 - 15h40min.

TNF - Quarta-feira, 10/03/2021 - 00h14min. - Fortaleza/Ce.

Manuel Pereira - Reg. MTe 3543-Ce / 2016

 




 

A polêmica chegada de Rogério Ceni ao Flamengo

A atitude do clube foi correta ao contratar o técnico do Fortaleza?

 

©Alexandre Vidal/Flamengo

O assunto desta terça-feira (10) não é a seleção brasileira, treinando para as eliminatórias da Copa, nem a rodada desta quarta-feira (11), com os times se preparando para os jogos de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil. O que mais se fala é sobre a chegada de Rogério Ceni como novo técnico do Flamengo. O ex-goleiro do São Paulo, que estava trabalhando no Fortaleza, aceitou a proposta para substituir Domènec Torrent e já estreia contra o Tricolor paulista, em mais uma ironia do destino.

Tanto o Flamengo quanto Ceni estão sendo criticados pelas atitudes que tomaram. O clube por ter “aliciado” um profissional que estava empregado; e o técnico por ter aceitado o convite, principalmente porque, há algumas semanas, demonstrou a intenção de ficar no Fortaleza até o fim da temporada.

O Flamengo não fez isso pela primeira vez, mas também já perdeu técnico para outro clube desta forma, e o mais recente foi o português Jorge Jesus – e o Rubro-Negro se sentiu traído pelo Benfica. Rogério Ceni não é o primeiro técnico a aceitar uma proposta (nem será o último) e também pode ter levado em consideração as muitas demissões que vimos no futebol brasileiro, tornando a profissão de técnico de futebol uma constante gangorra. Aliás, ele mesmo está sendo contratado pela demissão de outro profissional por conta de resultados um tanto desfavoráveis para o gosto do torcedor do Flamengo.

Podemos discorrer por várias linhas entre posições contrárias e favoráveis aos dois envolvidos na questão. Eu, sinceramente, não vejo problema maior. Um trabalhador recebe um convite, avalia os lados pessoal e profissional e escolhe o que fazer. Se uma empresa resolve contratar um diretor de outra, ela vai à concorrente avisar sobre esse interesse? Pois é o que se exige no futebol. E que, por envolver paixão, torna questões como essa ainda mais discutíveis e discutidas.

A Copa do Brasil

E com Flamengo e Internacional de técnicos novos, a Copa do Brasil prossegue nesta quarta-feira (11) com os jogos de ida das quartas-de-final. Passar para a próxima fase representa R$ 7 milhões na conta. Dinheiro que faz falta a qualquer um dos oito envolvidos na disputa, por conta desse 2020 tão diferente.

Serão quatro jogos bem distintos e não me arrisco a apontar favoritos, inclusive porque o fator "casa" se torna menos relevante pela ausência de torcida. O Grêmio e o Internacional vão enfrentar equipes que disputam a Série B, Cuiabá e América-MG, respectivamente, mas que eliminaram outros times da Série A nas oitavas-de-final, no caso Botafogo e Corinthians, pela ordem. O Colorado ainda vai decidir fora de casa, se isso pode ser minimamente considerado, e sem Eduardo Coudet na beira do campo (Abel Braga é o novo técnico), o que causa impacto maior, no meu entender. Tenho de arriscar? Então tá, passam Grêmio e América-MG, mas é puro palpite, e não costumo ser bom nisso.

Palmeiras e Ceará é um confronto de Série A. Mas a posição na tabela indicaria o Verdão favorito. Só que o Ceará não perde no Brasileirão há seis jogos, enquanto o Palmeiras venceu as três últimas partidas e chega com um novo treinador. Pela 13ª rodada, o time paulista venceu por 2 a 1, meio no sufoco, mas com volume de jogo maior. Vou arriscar Palmeiras.

E por fim teremos o “clássico da rodada”, com Flamengo e São Paulo. Que há poucos dias se cruzaram no Maracanã e o Tricolor passeou com um 4 a 1 inapelável. De certa forma, o São Paulo tem “culpa” pela contratação do Ceni, e poderá pagar por isso agora, já que, à frente do Fortaleza, o técnico quase eliminou os paulistas da Copa do Brasil, depois de dois empates e de uma disputa de pênaltis com 20 cobranças. O que pode pesar nesse confronto é que o São Paulo é conhecido do Flamengo e de Ceni. E esses dois, agora juntos, podem surpreender. Meu palpite? A vaga será decidida nos pênaltis.

FONTE: Agência Brasil de Notícias

Publicado em 10/11/2020 - 17h36min. Por Sergio du Bocage, apresentador do programa No Mundo da Bola. - Rio de Janeiro-TV Brasil.

MANUEL PEREIRA-FORTALEZA-CEARÁ

JORNALISTA-REG. MTE 3543/CE – 2016

 




 

SENADO APROVA SUSPENSÃO DE PAGAMENTO

DE DÍVIDAS DE CLUBES DE FUTEBOL:

FONTE: AGÊNCIA SENADO -29/09/2020 - 19h29min.

TNF-Quarta-feira, 30/09/2020 - 09h18min-Manuel Pereira-Fortaleza

 

O senador Eduardo Gomes (MDB-TO) foi o relator da proposta, que volta para a Câmara dos Deputados

CRÉDITOS: Agência Senado

Com 72 votos a favor e um contrário, o projeto que suspende o pagamento das parcelas de dívidas no âmbito do Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) durante a pandemia de covid-19 foi aprovado pelo Senado nesta terça-feira (29). Como sofreu modificações, o texto retorna para a Câmara dos Deputados.

A proposta (PL 1.013/2020), do deputado Hélio Leite (DEM-PA), recebeu parecer favorável do senador Eduardo Gomes (MDB-TO), que acolheu 15 das 23 emendas apresentadas no Senado.

Na justificação, Hélio Leite argumenta que as medidas de isolamento social, apesar de fundamentais no momento, causam perda de arrecadação para os clubes de futebol, que veem prejudicada sua capacidade de honrar o pagamento de dívidas com a União aprovadas no âmbito do Profut (Lei 13.155, de 2015). Eduardo Gomes considerou que o projeto é importante para que as entidades esportivas possam se reequilibrar financeiramente “neste momento tão sensível de nossa história”.

PAGAMENTO DE SALÁRIOS:

A proposição suspende, durante o período de calamidade pública, a exigibilidade das parcelas devidas pelas entidades desportivas profissionais de futebol que aderiram ao Profut. As parcelas suspensas serão incorporadas ao saldo devedor, com a incidência de juros.

Os recursos que seriam destinados ao pagamento das parcelas suspensas devem ser utilizados pela entidade de prática desportiva para o pagamento dos empregados que tenham remuneração mensal de até duas vezes o limite máximo dos benefícios do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), o que, atualmente, corresponde a R$ 12.202,12.

MANUTENÇÃO DE EMPREGOS:

Emenda acatada pelo relator define também que a suspensão da exigibilidade das parcelas do Profut seja condicionada à manutenção dos níveis de emprego existentes na data de entrada em vigor do Decreto Legislativo 6, de 20 de março de 2020 (que estabeleceu a calamidade pública em razão do coronavírus), exclusivamente para os empregados com remuneração mensal até duas vezes o limite máximo dos benefícios do RGPS.

A prorrogação dos prazos não implica direito à restituição ou à compensação de quantias já recolhidas. A suspensão também não se aplica aos parcelamentos de tributos apurados na forma do Simples Nacional (regime tributário instituído pela Lei Complementar 123, de 2006).

CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS:

De acordo com o texto, durante a vigência da calamidade pública e por 180 dias após ela acabar, o não recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e das contribuições previdenciárias pela entidade desportiva empregadora “não será considerado mora contumaz, nos termos previstos pela Lei Pelé (Lei 9.615, de 1998)”.

Atualmente, o não recolhimento do FGTS e das contribuições previdenciárias pelo período de três meses dá ao atleta o direito de rescindir seu contrato de trabalho, estando livre para se transferir para outro clube e exigir a cláusula compensatória. O projeto suspende essa previsão, mantendo, contudo, a possibilidade de rescisão indireta no caso de atraso do salário ou direitos de imagem por período igual ou superior a três meses.

PRAZO DE CONTRATO:

O projeto determina que, durante o ano de 2020 ou enquanto perdurar a calamidade pública, o prazo mínimo do contrato de trabalho do atleta profissional será de 30 dias. Atualmente, a Lei Pelé estabelece que o prazo do contrato de trabalho do atleta profissional não deve ser inferior a três meses.

A proposta também altera o Estatuto de Defesa do Torcedor para incluir uma nova hipótese em que será permitida alteração no regulamento da competição mesmo após sua divulgação definitiva: a interrupção das competições por motivo de surtos, epidemias e pandemias que possam comprometer a integridade física e o bem-estar dos atletas, desde que aprovada pela maioria das agremiações participantes do evento.

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS:

O texto prorroga por sete meses o prazo para as ligas desportivas, as entidades de administração do desporto e as entidades de prática desportiva envolvidas em qualquer competição de atletas profissionais apresentarem e publicarem suas demonstrações financeiras referentes ao ano de 2019.

O prazo para a publicação das demonstrações financeiras teria se encerrado no dia 30 de abril. A punição para as entidades esportivas que não publicarem suas demonstrações financeiras no prazo estabelecido somente será aplicada após o trânsito em julgado em processo administrativo ou judicial.

FEDERAÇÕES:

O relator alterou o texto para manter a assistência a ex-atletas. Do modo que saiu da Câmara, o projeto revoga o artigo 57 da Lei Pelé, que trata dos recursos para a assistência social e educacional aos atletas profissionais, aos ex-atletas e aos atletas em formação, repassados por meio da Federação das Associações de Atletas Profissionais (Faap) e da Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf). Na prática, essas entidades deixariam de receber automaticamente percentual do salário e do valor correspondente às transferências nacionais e internacionais de atletas.

Atualmente, a Faap recebe 0,5% do salário mensal dos atletas e 0,8% do valor correspondente às transferências nacionais e internacionais. Já a Fenapaf recebe 0,2% do valor correspondente às transferências nacionais e internacionais de atletas de futebol.

No entanto, Eduardo Gomes considerou que a revogação do artigo deixaria milhares de atletas desassistidos. O senador explica em seu relatório que a Faap, por exemplo, concede diversos benefícios aos atletas e ex-atletas, como bolsas de estudos, auxílios saúde, alimentação e funeral e assistência para que consigam contribuir para a Previdência Social.

TEMPO DE CARREIRA:

Como se sabe, o tempo de carreira do atleta profissional é muito curto. Ao encerrar sua carreira, o atleta, mesmo que tenha contribuído para a previdência social, não possui idade suficiente para pleitear sua aposentadoria, tampouco o número mínimo de contribuições para que isso ocorra”, justificou.

O senador mencionou um estudo contratado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e realizado pela consultoria Ernst & Young, que mostrou que 88% dos jogadores recebem menos de R$ 5 mil por mês. Desse total, 62% recebem somente um salário mínimo. Apenas 3% dos jogadores profissionais de futebol no Brasil recebem salários mensais superiores a R$ 50 mil.

O objetivo do projeto em análise é o de auxiliar os diversos atores do setor esportivo brasileiro, e isso não pode ser feito com a supressão de direitos dos trabalhadores, sobretudo os mais carentes financeiramente”, concluiu o senador, ao modificar o projeto.

LIBERAÇÃO DE PARTIDAS:

Durante a discussão da matéria, Eduardo Gomes acrescentou ao relatório a possibilidade de suspensão de partidas, mediante “recomendação técnica de consulta à questão de saúde”, em caso de surto de covid-19 entre os jogadores. O acréscimo foi uma sugestão de Plenário da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), na linha da emenda que apresentou — e que inicialmente não havia sido acolhida no relatório, que facultava à direção do clube a decisão de não entrar em campo para preservar a saúde dos atletas.




 

MÉDICO ALEMÃO ADMITE TER AJUDADO

ATLETAS COM DOPING POR VÁRIOS ANOS.

ACUSADO DE COMANDAR REDE INTERNACIONAL,

ELE DISSE QUE NÃO TEVE LURCRO.

TNF - Terça-feira, 29/09/2020 - 15h38min - Manuel Pereira

 FONTE: Agencia Brasil/EBC - 29/09/2020 - 14h17min.

 

CRÉDITOS: Ag. Brasil/EBC

Um médico esportivo alemão, identificado apenas como Mark S., que vem sendo julgado por comandar uma rede internacional de doping para atletas, admitiu nesta terça-feira (29) ter ajudado, por anos, atletas com doping sanguíneo, mas disse que não teve lucro. O réu responde por várias acusações, entre elas, a ter colaborado com pelo menos 23 atletas, de oito países, a obterem vantagem injusta ao longo de vários anos.

"Não tive lucro com o doping", afirmou ele em um comunicado lido por seus advogados no tribunal. O réu também disse que nunca colocou em risco a saúde dos atletas, mas admitiu o doping sanguíneo. “Para mim sempre foi importante não prejudicar a saúde dos atletas”.

O caso é resultado da Operação Bloodletting, em que a polícia invadiu o Campeonato Mundial de Esqui Nórdico na Áustria, em fevereiro de 2019, prendendo atletas poucas horas antes do início de um evento. Mark S. foi preso na Alemanha.

Os promotores dizem que ele está por trás das transfusões de sangue para melhorar o desempenho, principalmente para esquiadores e ciclistas. Eles acreditam que o médico esteve envolvido neste tipo delito, pelo menos desde o final de 2011.

Quatro outros suspeitos estão em julgamento, acusados de ajudá-lo na coleta e fornecimento de sangue. Se condenado, o médico pode ser colocado atrás das grades por um período de um a dez anos. O julgamento deve continuar até pelo menos meados de dezembro.

 




 

CEARENSE PORRETA:

SILVANA LIMA VAI REPRESENTAR BRASIL NA ESTRÉIA DO SURFE EM TÓQUIO 2020:

Surfista assegurou vaga ao chegar às oitavas de final em Mauí (Havaí)

Publicado em 02/12/2019 - 12h11min. Por Agência Brasil-Rio de Janeiro.

 

A CEARENSE SILVANA LIMA CARIMBOU SEU PASSAPORTE PARA A OLIMPÍADA DE TÓQUIO 2020, DURANTE A DISPUTA DA ETAPA DE MAUÍ (HAVAÍ), ÚLTIMA DO CIRCUITO MUNDIAL DE SURFE (WCT), NESTE DOMINGO (1). ELA É A SEGUNDA BRASILEIRA JÁ CLASSIFICADA PARA A OLIMPÍADA ANO QUE VEM: EM OUTUBRO, NA ETAPA DE PORTUGAL, A GAÚCHA TATIANA WESTON-WEBB, RADICADA NO HAVAÍ, FOI A PRIMEIRA A ASSEGURAR PRESENÇA NOS JOGOS OLÍMPICOS. 

NESTE DOMINGO (1), SILVANA LIMA CONQUISTOU A ÚLTIMA VAGA OLÍMPICA DO CIRCUITO MUNDIAL. A BRASILEIRA PERDEU NO ÚLTIMO DUELO PARA A HEPTACAMPEÃ MUNDIAL STEPHANIE GILMORE, AS OITAVAS DE FINAL DE MAUÍ. NO ENTANTO, A CEARENSE, DE 35 ANOS, ARREMATOU A VAGA POIS SUA RIVAL DIRETA NO RANKING, A NEOZELANDESA PAIGE HAREJ, FOI ELIMINADA LOGO NA PRIMEIRA BATERIA DAS OITAVAS.  

AS OUTRAS SURFISTAS JÁ CLASSIFICADAS PARA A OLIMPÍADA, ALÉM DAS DUAS BRASILEIRAS, SÃO AS AUSTRALIANAS SALLY FITZGIBBONS E STHEPHANIE GILMORE, A FRANCESA JOHANNE DEFAY, A COSTA-RIQUENHA BRISA HENNESSY, E AS NORTE-AMERICANAS CAROLINE MARKS E CARISSA MOORE. 

APESAR DA PRESENÇA GARANTIDA EM TÓQUIO 2020, SILVANA LIMA TERMINOU A TEMPORADA EM 12º LUGAR NO RANKING, E NÃO VAI DISPUTAR O CIRCUITO MUNDIAL DE SURFE EM 2020. A ATLETA REGISTROU UM COMENTÁRIO NAS REDES SOCIAIS DEIXANDO CLARO QUE ESTÁ FELIZ E VIVE UM MOMENTO ESPECIAL. 

“NUNCA IMAGINEI QUE UM DIA IRIA REPRESENTAR MEU PAÍS. DEPOIS DE TANTA LUTA, HOJE ESTOU AQUI GRAÇAS A DEUS, PRA DIZER QUE MEU GRANDE SONHO ACABA DE SER REALIZADO!”

TNF-Segunda-feira, 02/12/19 - 14h44min. - Fortaleza-Ceará 

 




 

MEGA PATROCÍNIO:

FLAMENGO FECHAVA MEGA PATROCÍNIO POUCO ANTES DO INCÊNDIO NO NINHO

AS NEGOCIAÇÕES FORAM SUSPENSAS ATÉ SEGUNDA ORDEM.

Flamengo estava há poucos dias na reta final de uma negociação de um mega contrato de patrocínio para 2019.    Mas, segundo informa o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, as negociações foram suspensas até segunda ordem. O motivo foi o incêndio que atingiu o Ninho do Urubu e matou 10 jovens atletas.   Neste momento de investigações sobre as responsabilidades da tragédia ocorrida no CT do Flamengo na última sexta (8), nenhuma empresa vai querer associar a sua marca ao clube.  

FONTE:  Notícias ao minuto

TNF: Segunda-feira, 11/02/19 - 15h41min. - Fortaleza - Ceará

 




 

SOBREVIVENTE:

‘Ele quer voltar e jogar pelos amigos’ diz pai de sobrevivente

Esse é o desejo de João Vitor Torrezan, jogador da base do Flamengo que escapou do incêndio no Ninho do Urubu.

© Arquivo pessoal

paranaense João Vitor Gasparin Torrezan, de 14 anos, é um dos atletas da base do Flamengo que sobreviveram ao incêndio ocorrido no centro de treinamento do clube e que deixou que deixou 10 mortos na madrugada da última sexta (8).     Após a tragédia, o jovem jogador viajou para Curitiba e reencontrou a família, no último sábado (9). Segundo o pai do atleta, Eli Sidnei Torrezan, o filho planeja voltar para o Flamengo e jogar pelos amigos que perderam a vida.      "Ele quer voltar para o Flamengo e jogar pelos amigos (...)   Quando chegou, ele entrou no quarto e chorou muito, relatando os gritos que escutava dos amigos, pedindo socorro, chamando pela mãe", disse Edi ao G1.     Ainda segundo Edi Torrezan, o garoto ligou para ele desesperado logo após conseguir escapar das chamas.     "Tocou o telefone, eu já levantei desesperado. Quando atendi, ele começou a gritar: 'Pai, pai, socorro está pegando fogo, está queimando tudo aqui, meu amigos tão morrendo queimados', aquele desespero, e caiu a ligação", recorda-se.

FONTE:  Notícias ao minuto

TNF: Segunda-feira, 11/02/19 - 15h41min. - Fortaleza - Ceará

 




 

SALÁRIOS MANTIDOS:

 

© Ricardo Moraes/Reuters

FLAMENGO MANTERÁ SALÁRIOS DAS VÍTIMAS DO INCÊNDIO

A INFORMAÇÃO ESTÁ EM NOTA DIVULGADA PELO CLUBE NESTE DOMINGO (10/02).

A diretoria do Flamengo comprometeu-se a manter o pagamento dos salários às vítimas do incêndio de sexta-feira (8) em um dos alojamentos do clube, no Ninho do Urubu, como é conhecimento popularmente o Centro de Treinamento Presidente George Helal. A informação está em nota divulgada pelo clube neste domingo (10).

"O Flamengo gostaria de reiterar que, independentemente de qualquer investigação, vem prestando todo o amparo às famílias dos atletas vitimados pela tragédia ocorrida no centro de treinamento, assim como aos feridos e sobreviventes. Neste momento, o clube, de pleno, assume o compromisso de manter a remuneração paga aos atletas vítimas do incêndio, sem qualquer prejuízo de outras ações adicionais de apoio que estão sendo implementadas", diz a nota.

Em outro trecho da nota, a diretoria do Flamengo ressalta que, de acordo com a empresa NHJ, responsável pelo alojamento de contêiner, a espuma usada no isolamento térmico e acústico não era inflamável. "Vale ressaltar que representantes da empresa NHJ - em reunião realizada na manhã deste domingo, na sede da Gávea – esclareceram que o poliuretano utilizado entre as chapas metálicas não é propagador de incêndios, por ter característica auto-extinguível."

Nesta segunda-feira (11), representantes do Flamengo deverão participar de uma reunião no Ministério Público (MP) para tentar esclarecer o que ocorreu no Ninho do Urubu. Também estarão presentes à reunião representantes de diversos outros órgãos da Justiça e da prefeitura do Rio.

FONTE: Notícias ao Minuto Via Agência Brasil - 11/02/18 

TNF: Segunda-feira, 11/02/19 - 15h34min. - Fortaleza-Ceará

 




 

 

EDSON CARIÚS:

ENFIM UM ÍDOLO DEPOIS DE DIFÍCEIS LONGOS ANOS.

O centroavante Edson Cariús conseguiu entrar para a história do Ferroviário no mesmo patamar de nomes como Jorge VerasLuizinho das ArábiasPaulo CésarPacotiBatistinhaRoberto Cearense e Robério, para não mencionar também grandes jogadores de outras posições e ressaltar apenas ex-atacantes eternos na memória do clube. A lista é seleta e eterna. Nas últimas duas décadas, parecia que nela nenhum novato fosse mais entrar. Agora, não há dúvidas entre a torcida coral que Cariús está nesse rol. Aos 30 anos de idade e há menos de um ano na Barra do Ceará, ele foi importantíssimo na inédita conquista da Série D do Brasileiro, marcou gols decisivos em jogos complicados, foi artilheiro de competição nacional, levantou três taças com o Ferrão, chamou a atenção do país deixando sua marca duas vezes contra o Corinthians/SP, além de uma série de outros aspectos que definem um ídolo na verdadeira acepção da palavra relacionados a carisma, liderança e, acima de tudo, respeito e carinho sempre que se refere publicamente ao Ferrão e sua torcida. Em tempos onde o vínculo entre atletas e clubes é quase sempre frágil e efêmero, Edson Cariús ensina a todos a real importância de se respeitar contratos e valorizar a palavra empenhada mesmo com o assédio de clubes pelo Brasil afora. Coisa que só os verdadeiros ídolos conseguem cumprir.

 

Em casos de dúvidas, fale conosco através do email oficialcoral@ferroviario.com.br

Medalha de Campeão Brasileiro-Créditos-Site do FAC-10/02/19

Em apenas 10 meses no clube, Edson Cariús entrou em campo 39 vezes com a camisa coral entre jogos oficiais e amistosos. Foram 36 gols nas partidas, o que dá até a data de hoje uma espetacular média de 0,92 gol por jogo, ultrapassando na história a média de nomes lendários como Luizinho das Arábias, Pepê, Mirandinha, Jombrega, Macaco, Zé de Melo, RobérioCacau e Acássio, para citar apenas alguns de excelentes índices quando o assunto era enfiar a bola na rede adversária. Jogando contra o Ferrão, Edson Cariús marcou três gols vestindo as camisas do Uniclinic e do Floresta, mas esses a gente faz questão de não lembrar. O que pouca gente sabe é que Edson Cariús poderia ter vestido a camisa coral bem antes. Em dezembro de 2013, ao chegar para treinar o Ferroviário, o técnico cearense Washington Luiz fez a solicitação de três nomes para contratação: o zagueiro Regineldo, o atacante Leilson e o centroavante Edson Cariús, então destaque do Iguatu na segunda divisão cearense. Os dois primeiros foram contratados. Cariús, não. Na ocasião, a presidência do clube preferiu bancar na lista de reforços o nome de dois centroavantes que acabaram não deixando nenhuma memória agradável: o carioca Cláudio Maradona e o maranhense Elson Obina. Cariús perdeu a vaga. Sorte dele que pulou uma fogueira numa das temporadas mais nefastas para o clube e que culminou com um rebaixamento estadual. Anos depois, Cariús chegou na plenitude de um bom momento, mostrando a que veio e caindo nas graças da torcida que o tem como ídolo. E ídolos são eternos pelo que fazem dentro e fora do campo.

FONTE: Site Oficial do FAC - 10/02/19 

TNF: Segunda-feira, 11/02/19 - 11h27min. - Fortaleza-Ceará