Criar um Site Grátis Fantástico
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ATUALIZAÇÕES:
MUNDO MULHER:  (21-06-2021)
SAÚDE E BEM ESTAR:  (21-06-2021)
JUSTIÇA:  (08-06-2021)
INÍCIO:  (08-06-2021)
CENÁRIO IMOBILIÁRIO  (07-06-2021)
FUTEBOL AMADOR:  (25-05-2021)
CEARÁ:  (02-05-2021)
MUNDO CRISTÃO:  (21-04-2021)
MEIO AMBIENTE:  (24-03-2021)
VACINAÇÃO:
Você Tomará a Vacina Contra a COVID-19?
Sim
Não
Só se For Obrigado
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (225 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



OUÇA A RÁDIO LUZ DO NORDESTE:

 ACESSE O SITE:

 https://bit.ly/3jPhtJV

 


 

AJUDAMOS VOCÊ A REALIZAR

O SONHO DO APÊ NOVO:

(85) 9.8797-1579 / 9.8123-1277


 

  


  




MUNDANÇAS DE HÁBITOS:

"-Toda Renúncia tem um Resultado."

Gn. 12; 1-3 


 

"-Cuidado com as cartas dos dos Inimigos!"

 


 

"-Do Amigo fale Bem. Do Inimigo, nem Bem nem Mal."

 


 

"-Temos que Guardar nossas reservas, não revelando tudo ás Pessoas."

 


 

 "-O que Estamos Fazendo com Aquilo que Deus nos Dá?"

 


 

OUÇA A RÁDIO LUZ DO NORDESTE:


ACESSE O SITE:

  https://bit.ly/3jPhtJV

 


 COLABORE CONOSCO:

(…) SE ACHA IMPORTANTE NOSSO TRABALHO, CONSIDERE NOS AJUDAR. A MANTERMOS NOSSO TRABALHO NO AR, NOS DOANDO SOMENTE AQUELES CENTAVOS, QUE ESTÃO NA SUA CONTA BANCÁRIA. BRADESCO AGÊNCIA 0452-9 CONTA: 0314 734-7 (…)


 


RIO GRANDE DO NORTE:
RIO GRANDE DO NORTE:

-Olá!

Seja bem vindo(a) ao nosso site!

Boa leitura e bom proveito.

Não deixe de visitar nos anunciantes e no final da desta página deixar seu comentário.




MULHER SOFRE GRAVES

QUEIMADURAS APÓS USAR

ÁLCOOL EM GEL E TENTAR

ACENDER FOGO:

Na noite deste domingo (31), uma mulher sofreu queimaduras pelo corpo ao acender o fogão após passar álcool em gel pelo corpo para se prevenir do COVID-19.

 

CRÉDITO - REPRODUÇÃO

incidente aconteceu na rua Tertuliano Sifrônio de Queiroz, do bairro São Vicente de Paula, em Pau dos Ferros. Ao ouvirem os gritos da moradora, vizinhos ligaram para a equipe do SAMU, que fez os primeiros socorros e conduziu a paciente para o Hospital Regional de Pau dos Ferros.

CRÉDITOS: Internet

Segundo populares, a vítima sofreu queimaduras nas mãos, nos braços, cabelos e em outras partes do corpo, mas foi socorrida

consciente e não corre risco de morte

As chamas causadas pelo álcool em gel são inflamáveis. Ele pega fogo, mas a diferença é que as chamas não são visíveis. Ele demora um tempo maior para consumir, e isso causa o risco de colocar fogo até na própria residencia.

Os cuidados em período de pandemia podem continuar, mas que o álcool em gel pode ser substituído dentro de casa, já que na residência lavar as mãos corretamente é o suficiente. O álcool deve ser utilizado em lugares onde não é possível lavar de forma certa, quando se está na rua, por exemplo.

Os acidentes podem ser comuns com pessoas que cozinham ou fumam. O cuidado deve ser redobrado com o álcool líquido 70%. O produto, que tinha venda proibida, foi liberado diante da falta de álcool em gel nas prateleiras. Diferente do em gel, as chamas aparecem com o líquido, mas a chance de acidentes é maior. (*Grupo Cidadão 190)

FONTE: DIÁRIO POTIGUAR - 01/06/2020

TNF-Segunda-feira, 01/06/2020  - 16h27min. 

Manuel Pereira - Fortaleza - Ceará - 85996947310 (Telefone e Watts App)




HOMEM DE 29 ANOS MORRE COM COVID-19 EM NATAL:

‘ELE NÃO ACREDITAVA NA DOENÇA’, DIZ MÃE:

 

CRÉDITOS: DIVULGAÇÃO

motorista de aplicativo Rafael Michelson de Souza Gonçalves, de 29 anos, morreu com Covid-19 em Natal. Obeso, diabético e hipertenso, ele foi internado na última quarta-feira (13) e morreu na noite de sexta (15). Familiares de Rafael contaram que ele não acreditava na doença.

Na tarde deste sábado (16), amigos foram até a casa da mãe de Rafael prestar uma homenagem. Eles levaram fotos do amigo e fizeram uma oração. "Que Deus abençoe vocês e livre vocês dessa doença maldita que tirou o meu filho de mim. Eu aconselhava muito o meu filho sobre essa doença, mas ele não acreditava. Se cuidem, se previnam, para que a mãe vocês não venha a passar pelo que eu tô passando hoje", disse Maria do Socorro de Souza Gonçalves, mãe de Rafael.

Segundo a família, Rafael sentiu os primeiros sintomas no dia 8 de maio. Ele procurou a UPA do Pajuçara, foi atendido e liberado. Ele disse para a família que estava com dengue. “Ele chegou a me dizer que estava com dengue, mas eu creio que ele já sabia o que era, mas não quis me dizer", contou a mãe.

A prima de Rafael, Alice de Souza Honorato, conta que depois dessa primeira consulta ele continuou a vida normalmente, sem se isolar. Na quarta-feira (13) ele tomou café da manhã na casa dos tios, que são do grupo de risco, e seguiu para a UPA porque estava tossindo muito. “A partir daí ele não voltou mais pra casa. Foi transferido pro Hospital Municipal de Natal e morreu depois de uma parada cardíaca”, disse Alice.

Ainda de acordo com informações da família, Rafael ofereceu resistência pra ser entubado no hospital. “Eu conversava com ele por chamada de vídeo, ele não queria deixar os médicos entubarem ele”, contou Alice. "Ele não acreditava nessa doença. Antes dele ser internado nunca usou máscara, álcool em gel, nada disso”, disse a prima.

Rafael deixou uma filha de 8 anos.

A declaração de óbito confirma a causa da morte como Covid-19.

"É uma dor muito forte. Vocês não queiram saber a dor de uma mãe perder um filho. Essa maldita dessa doença tira a vida da pessoa como se ela fosse um indigente. A pessoa não tem direito nem a um velório digno, como se estivesse podre. Mas eu creio que o meu Deus recebeu ele de braços abertos", disse dona Maria do Socorro.

“Tudo isso poderia ser diferente se ele tivesse se cuidado, se tivesse procurado o tratamento desde o início, se tivesse sido entubado. É muito triste ver alguém tão jovem partir assim. E é muito impressionante que tenha quem não acredite na gravidade dessa doença”, disse a prima.

CORAÇÃO GENEROSO:

A família descreve Rafael como do tipo durão, mas generoso e prestativo. "Ele tinha um coração enorme. Estava sempre pronto a ajudar quem precisasse. Meu primo era um irmão pra mim", disse Alice.

A mãe de Rafael também fala da generosidade do filho. "Ele era uma pessoa muito amiga, capaz de tirar a roupa do corpo pra ajudar um amigo. Meu filho era um homem bom", afirmou.

FONTES: G1 NATAL / TRIBUNA DE NOTÍCIAS - 19/05/2020 - 10h00min

TNF-Segnda-feira, 01/06/2020 - 16h04min. 

Manuel Pereira - Fortaleza - Ceará